Em um ano de El Niño com chuvas acima da média, os prognósticos para os próximos meses não são nada animadores.

Segundo boletim divulgado pela Organização Mundial de Meteorologia (OMM) as condições meteorológicas devem se agravar nos próximos três meses.

Em agosto, as temperaturas da superfície do mar chegaram a atingir 1,3 e 2 graus acima da média, superando em 1 grau o nível habitual do El Niño.

O El Niño é o aquecimento da temperatura do oceano pacífico.A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de que o fenômeno se intensifique ainda mais, pelo menos até março.

Nos meses seguintes as temperaturas não sobem muito e a tendência é de dias nublados e chuvas excessivas. Ainda conforme o Inmet, o verão será atípico, as temperaturas mínimas não baixam porque não há ingresso de um sistema de alta pressão.

O El Niño começou a ser verificado em junho, deste ano, mas a sua intensidade teve reflexo na primavera.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura