Por mais cinza que o céu esteja, os raios solares continuam danificando os olhos. Usar óculos de sol na época mais fria do ano é importante para manter os olhos saudáveis. Mesmo durante o inverno, é indispensável proteger a visão, ainda mais num país tropical. Quanto mais próximo da linha do Equador, mais incidência solar. Ou seja, com o Brasil localizado bem rente a esta linha, independente da estação do ano, a concentração de raios solares permanece a mesma, diferente do que acontece em outras regiões do mundo. Óculos não são apenas acessórios para complementar o visual. Eles garantem conforto e proteção.

Segundo uma pesquisa feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2010, mais de 6,5 milhões de brasileiros possuíam algum tipo de deficiência visual (sem contar aqueles com erros de refração ou presbiopia). Seis anos mais tarde, outro estudo do IBGE mostrou que 35 milhões de brasileiros possuíam algum problema de visão, número que representa 19% da população.

De acordo com a OMS (Organização Municipal da Saúde), as principais doenças oculares que causam cegueira no Brasil são: catarata, cegueira infantil, retinopatia diabética, glaucoma e degeneração macular, sendo duas consequências da incidência de raios solares. A catarata é um dano causado a córnea e ao cristalino. Sem o uso de óculos de sol, as chances de ter a doença aumentam em 60%. Já a degeneração macular pode ser causada por antecedentes familiares ou por danos solares à retina. Além disso, os raios solares podem causar dor de cabeça, fadiga ocular, secura dos olhos, lesões na córnea, conjuntivite e queimaduras. O uso de óculos de sol previne essas e outras doenças – aliado, ainda, a uma alimentação saudável, a prática de exercícios e ao não uso de maquiagens vencidas ou falsas.

Muita gente não dá bola e esquece do cuidado com os olhos, ainda mais porque na maioria dos casos os danos são progressivos. Às vezes o estrago só é percebido quando é tarde demais. É preciso lembrar que não é qualquer tipo de óculos que protegem os olhos. Óculos não aprovados por associações médicas não devem ser usados. Modelos falsos não filtram a radiação. Os raios solares passam com a mesma intensidade, mas dessa vez mais luz entra no olho, porque a pupila está dilatada.

Óculos de sol licenciados garantem proteção ultravioleta, contra raios UVA, UVB e UVC. Especialistas indicam lentes que envolvam bem os olhos e em cores que não distorçam a visão e as cores do ambiente. A (ABNT) Associação Brasileira de Normas Técnicas exige o uso de óculos de sol, principalmente daqueles que possuam proteção de no mínimo 50 horas e lentes com bom desempenho para espalhar a luz. Também é preciso trocar óculos de tempos em tempos, já que conforme o passar do tempo a película vai perdendo a sua proteção. Os óculos de sol não são utilizados apenas para a proteção da visão, mas acabam compondo o look. Tanto para homens quando para mulheres, o óculos ajuda no figurino e também é trocado de tempos em tempos para que o acessório não saia da moda. Nas tendências para o outono/inverno, muitas opções estão sendo apresentadas, desde as mais inovadoras, quanto os estilos tradicionais, que não saem nunca da moda.

Os formatos tradicionais ainda são relevantes, mas a moda está caminhando para formatos grandes e retangulares ou ultra redondos e ecléticos. Os fashionistas apostaram nas cores verde escuro, rosa bebê e neon. As grandes marcas estão usando principalmente o estilo retrô, com lentes escuras e designs experimentais. Uma inovação na estação, é o estilo retrô-futurista. As marcas não utilizaram apenas um design desse estilo – elas brincaram e inovaram bastante com o conceito, com alguns modelos parecendo óculos de ski, enquanto outros pareciam de natação. Todos tinham um toque de tecno-minimalismo, perfeitos para combinar com looks mais escuros e industriais, como os casacos que usamos no inverno.

As grandes marcas também apostaram em inovação quanto ao formato da lente, nas passarelas pode se ver óculos triangulares, em forma de bolsa, formatos complexos, quadrados e outros designs pouco tradicionais. Lentes grandes também retornaram ao repertório das grandes marcas. E os óculos redondos, que já foram destaque na estação passada, continuam com força total.

Além dos formatos, cores também dominaram o mundo dos óculos nesta temporada. O verde floresta está vindo com tudo para os looks que querem fugir do tradicional, mas sem muita rebeldia. Já para as mais românticas, o rosa bebê também está entre preferências para fugir do tradicional. Outra tendência em cores, é a combinação do preto e branco, aliás, essa combinação tem um peso histórico enorme na moda, evocando imagens da virada do século, filmes antigos e atrizes famosas.

A moda para a ótica solar veio com muita brincadeira também, muitas cores de armações e lentes chegaram para colorir os dias do outono e do inverno.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura