Atualmente, os brasileiros estão mais em busca de um café de qualidade, ou seja, estão procurando diferentes tipos de cafés para saborear. O Brasil é o maior exportador de café no mercado mundial e segundo maior consumidor, atrás apenas dos Estados Unidos. Hoje em dia, diferente do que havia na década passada, o café consumido no Brasil, segue a rigidez da qualidade para a exportação, com impurezas que não podem passar de 1%. Ainda assim, se você acha que café é tudo igual, está totalmente enganado. Além de haver inúmeros tipos de grãos, com sabores muito diferente uns dos outros, há também algumas formas de fazer a bebida e várias receitas.

Todo apaixonado pelo inverno reconhece que se trata de uma estação maravilhosa, mas precisamos admitir que é difícil sair debaixo das cobertas, principalmente quando está escuro lá fora. Além das baixas temperaturas, nesta estação do ano, os dias também ficam mais curtos, por isso as bebidas quentes vêm muito bem nessas horas e, além de nos aquecer pode proteger contra os resfriados e gripes, comuns durante os dias mais frios.

Os apreciadores consomem o produto sob as mais diferentes formas, principalmente nesta época. As bebidas quentes ganham uma atenção especial no inverno. Um bom recurso para curtir e fugir do friozinho do inverno é tomá-las. Feitas com café, leite, chá, chocolate e até bebidas alcoólicas, as bebidas quentes aquecem seu corpo e podem ser muito saborosas.

Para você saborear seu café tranquilamente, resolvemos esclarecer alguns pontos sobre o assunto, já que muitas vezes é palco de discussões. Responsável por aquela pitada de disposição pela manhã, e pela redução do sono após o almoço e no final do expediente. O café é uma bebida natural, e se for consumido de forma tranquila, até quatro xícaras por dia, em média, pode melhorar a circulação sanguínea, turbina as funções cerebrais, aumenta a velocidade de raciocínio e o desempenho, além de melhorar a memória e prevenir o câncer.

O café é composto por uma substância, cafeína, esta que atua no organismo impedindo os receptores da adenosina inibindo seus efeitos. Em decorrência, a cafeína acaba apresentando um efeito estimulante, aumentando as habilidades cognitivas e psicomotoras. Vale ressaltar que se o café for consumido de forma exagerada pode trazer grandes riscos à saúde, como o aumento da pressão arterial e risco de arritmia.

Em tempos de baixas temperaturas e clima chuvoso, as bebidas que trazem ingredientes licorosos, chocolates, mel e leite, dão uma sensação térmica agradável, também oferecem ao paladar sabores inusitados, através de combinações harmônicas e encantadoras. Por isso é importante procurar lugares agradáveis para brindar a chegada do inverno em grande estilo.

As cafeterias tem tudo a ver com o inverno. Então, quem não se sente abraçado com uma bebida quente em um dia gelado?

Vale ressaltar que no outono e inverno, a participação do café na vida das pessoas tem um crescimento considerável e os empreendedores de cafeterias também procuram adotar estratégias para chamar atenção do público, o que gera um maior aumento lucrativo para estes estabelecimentos. Rodrigo Branco Peres, empresário proprietário de uma cafeteria, ressalta que nesta época do ano, há um aumento significativo no consumo destas bebidas, em especial, do café. “Em praticamente todas as bebidas quentes, que são ideais para o inverno, o café é o ingrediente principal, um dos mais utilizados. Sendo assim, a venda do produto nesse período, costuma ter alta de 30%. Já as vendas de bebidas quentes mais do que dobram”, enfatiza.

Por Bruna Falcão

 

NOAH CAFÉ GOURMET

Rua General Marques, 939 | Sala 1

Fone 99646.6277

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura