Alerta para dengue continua na região

A região das Missões continua com atenção máxima para evitar a propagação da dengue. O caso mais preocupante ainda continua sendo na cidade Caibaté, onde novas suspeitas já estão sendo monitoradas.

Nesta quarta-feira (18) são 100 casos suspeitos e 19 pessoas internadas no hospital local. No começo da semana foram confirmados sete casos da doença na cidade. O governo do estado está realizando várias atividades de combate ao mosquito.

O resultado dos exames está demorando, em média, de três a quatro dias para ficarem prontos. Para quinta-feira (19) novos laudos serão divulgados e a expectativa é que mais pessoas com dengue sejam identificadas.

Em São Borja não existem casos suspeitos da doença.

Casos de dengue são confirmados em Caibaté

Nove casos de dengue foram confirmados em Caibaté, região das missões. A cidade fica localizada a 154 km de São Borja.

Outros 73 pacientes apresentam sintomas da doença e aguardam resultados dos exames. O Cento Estadual de Vigilância em Saúde enviou uma equipe de técnicos e de agentes de combate à dengue da Divisão de Vigilância Ambiental para uma força-tarefa contra mosquito transmissor da doença.

Serão realizadas visitas e vistorias de residências para eliminar a presença de larvas do mosquito por meio da retirada, remoção e inviabilização de criadouros, limpeza de áreas públicas, orientação sobre armazenamento correto de água, vedação de caixas d'água e da mobilização social. Para diminuir o risco de transmissão do vírus, durante toda esta semana, também serão realizados bloqueios de transmissão (aplicação de inseticida) em todos os bairros do município.

Com uma população de aproximadamente 5.000 habitantes, a previsão é de que a ação atinja todos os cerca de 1.500 imóveis do município.

Fonte: Rádio Missioneira

Fim de semana será de protesto no país

O fim de semana será de mobilizações e protestos, em todo o país, em função da situação econômica e política, incluindo os escândalos na Petrobras. Em São Borja, atividades acontecem no domingo (15).

Desde quarta-feira (11) ocorrem manifestações, lideradas por centrais sindicais e pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), inclusive em municípios da região. Para domingo, em todo o país, estão previstas manifestações, articuladas por partidos que fazem oposição do governo federal e às medidas adotadas no começo deste ano.

Setores defendem inclusive o afastamento da presidente Dilma Rousseff, reeleita em outubro para mais um mandato de quatro anos. Na cidade, a concentração será realizada no Parque General Vargas, a partir das 16hs do domingo.

Nas mensagens que estão sendo repassadas através de e-mails, pessoas são convidadas a estarem presentes no local vestindo as cores da bandeira do Brasil. Também é solicitado que os participantes utilizem cartazes como forma de protesto.

A saída da passeata está prevista para às 17h30min com o percurso oficial ainda a ser definido. O encerramento da manifestação deve acontecer às 19hh na Câmara de Vereadores, segundo convite que está circulando nas redes sociais.

Mais de 500 pessoas já confirmaram presença no evento criado nas redes sociais.

Região também está em alerta para dengue

Nesta semana, o primeiro caso de suspeita da doença foi registrado no município de Caibaté, nas Missões. Autoridades de saúde estão reforçando atividades de orientação e prevenção.

Segundo informa a 12° Coordenadoria Regional de Saúde, algumas pessoas que residem no mesmo bairro, receberam atendimento no Hospital Roque Gonzales com dores de cabeça, febre alta e dor nos olhos.

Amostras foram coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen). A expectativa é que o resultado seja divulgado na sexta-feira (13). Ações intensivas de combate à doença, com a realização de mutirão de limpeza e combate direto ao mosquito estão sendo realizados.

Pessoas que apresentarem sintomas como febre alta, dores no corpo e dor atrás dos olhos, devem procurar as unidades de saúde.

Número de eleitores para regularizar documentação ainda é baixo

O movimento de eleitores para regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral ainda é considerado baixo em São Borja. Alerta está sendo reforçado na cidade para pessoas que possuam pendências.

Após período com expediente reduzido, nesta semana, já foi retomado o atendimento das 13h às 19h no Cartório Eleitoral, que fica localizado na rua General Marques, em frente ao Parque General Vargas.

Ao todo, são aguardados 659 eleitores que não votaram nas últimas eleições. As pessoas que estão em débito com a justiça eleitoral, têm até o dia 04 de maio para regularizar a documentação.

Quem precisa comparecer ao Cartório Eleitoral?

Todas às pessoas que deixaram de votar, consecutivamente, nas três últimas eleições. Com isso torna-se obrigatória a regularização da pendência junto ao órgão a fim de evitar o cancelamento do título de eleitor.

A regularização consiste no pagamento de uma multa de R$ 3,51 por ausência, totalizando R$ 10,53 para as últimas três eleições onde o eleitor não votou ou justificou o voto.

Grupo de Tabagismo começa na próxima semana

Quem desejar parar de fumar tem uma nova oportunidade em São Borja. Começa na próxima semana o Grupo de Tabagismo 2015.

Essa atividade em grupo, orientada por profissionais, tem como objetivo principal auxiliar pessoas que estão deixando o cigarro. Para participar basta comparecer ao primeiro encontro, que acontece na quarta-feira, dia 18 de março, na Sala do Servidor da Prefeitura Municipal. Não é necessário fazer inscrição.

Tabagismo

Segundo o Portal Brasil, o tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável no mundo. A estimativa é que um terço da população mundial adulta, cerca de 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina mundial e 12% da feminina fumam. A fumaça do cigarro têm mais de 4,7 mil substâncias tóxicas.

O tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, 25% das mortes por derrame cerebral.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua Riachuelo, 928 - Centro São Borja,RS - 97670-000
Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura