• Guia

Desde 2007, a obra do quartel de bombeiros de São Borja se arrasta e não pode ser concluída. Nesta terça-feira, dia 29, foi assinada a ordem de serviço para a retomada das obras sob a coordenação da prefeitura de São Borja, que promoveu licitação pública. Com a supervisão do prefeito Eduardo Bonotto e benção do padre Aodomar Wandscher, a solenidade aconteceu no futuro quartel, na rua Borges do Canto, em frente ao Parcão.

 

A empresa responsável pela construção será a RAK Engenharia, vencedora do processo licitatório que terá recursos de R$ 250 mil, oriundos do Fundo Municipal de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). Estes recursos foram repostos ao Fundo pela atual administração, a após a justiça ter sequestrado os valores por conta de dívidas da administração anterior. A meta é de conclusão da obras em seis meses, permitindo que a corporação já possa se mudar.

 

O ato da assinatura da ordem de serviço contou com inúmeras autoridades, sob coordenação do prefeito Eduardo Bonotto e a meta é que esta etapa esteja concluída em seis meses. “Hoje é um dia especial, estamos deixando um legado às futuras gerações, mostrando que por meio da união das entidades é possível atingir os objetivos e construir um município melhor e com serviços de qualidade. Nos próximos meses, queremos estar entregando esta obra para os Bombeiros e que continuem cumprindo o seu nobre ofício, que é salvar vidas”, disse Bonotto.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura