• Guia

Chuvas frequentes e a intensificação do calor, nas últimas semanas, são uma combinação de risco em relação ao possível aumento de incidência em São Borja do mosquito Aedes aegypti.

Com isso aumentam também os riscos em relação à possível transmissão de doenças como dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. Diante desse quadro, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde está reforçando alerta e pedindo apoio da população.

Em 2018, o Departamento de Vigilância Sanitária já registrou 1.364 focos de larvas do mosquito. A média de infestação é de 5%, considerada de risco, com maior incidência na área centro-sul da cidade e bairro Pirahy.

A solicitação é que os moradores, de modo geral, revisem, se possível diariamente, eventuais depósitos de água parada nos seus pátios.

Fonte: Decom/Prefeitura

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura