São Borja participa de mais uma edição da campanha Maio Amarelo

Desde 2014 se realiza atividades educativas durante todo o mês de maio, o objetivo é conscientiar e educar a população para um trânsito mais seguro.

 

Dessa vez, de acordo com o instrutor de trânsito Lindolfo Hardt, o CFC Fronteira está disponibilizando palestras gratuitas sobre o trânsito para todos os níveis de escolaridade.

 

Além disso  o CFC está realizando uma parceria com o projeto Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) da Brigada Militar para intensificar e chamar atenção para o assunto.

Por Bruno Borges

Farmácia Popular de São Borja têm suas atividades encerradas

O Ministério da Saúde decidiu neste mês de maio pelo  fim do financiamento para as Farmácias Populares. O que afeta mais de 393 unidades, além dos cortes e reorganização de verbas na área farmacêutica.

 

O Programa Farmácia Popular é ação do Governo Federal que pretendia a complementação e distribuição gratuita de medicamentos garantida pelo Sistema Único de Saúde - SUS, oferecendo alternativa de acesso à assistência farmacêutica.

 

A escolha de prosseguir com a manutenção das mais de 28 unidades no estado do Rio Grande do Sul, incluindo a Farmácia Popular de São Borja ficarão a cargo do governo Estadual e Municipal.

 

De acordo com a Prefeitura de São Borja, a população pode contar com o Programa Farmácia Básica, que até o momento está funcionamento normalmente. A administração do município acrescentou que está trabalhando na construção de mais uma unidade no bairro do Passo.

 Por Giseli Alves

Fonte: Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul

Semana do Empreendedor inicia na próxima segunda-feira

Na próxima segunda-feira, dia 8 de maio, terá início a “Semana do Empreendedor” em São Borja. A iniciativa é uma parceria da Administração Municipal e do Sebrae e oferece orientações e estratégias para quem deseja abrir o próprio negócio.

De acordo com a organização, o evento terá a sua primeira etapa no dia 8 e outra no dia 11. Já nos dias 22 e 29 de maio haverão duas oficinas extras a serem realizadas na Prefeitura, através da Sala de Oportunidades.

O evento é gratuito e aberto para Microempreendedores Individuais (MEI), pequenos comerciantes e todas as pessoas que tiverem interesse no ramo do empreendedorismo. Mais informações pelo telefone 3431-4380, ramal 243.

De acordo com a equipe de Desenvolvimento Econômico, ainda serão realizadas palestras mensais no decorrer deste ano com o objetivo de oferecer capacitações aos pequenos empresários. Além de consultoria, também será disponibilizada uma linha de microcrédito para quem já está trabalhando e precisa de financiamento na compra de mercadorias ou melhorias em seu empreendimento.

Por Allana Andrade

Carteiras de pescadores e arrais serão renovadas amanhã

A equipe da Marinha do Brasil de Uruguaiana fará o processo de renovação das carteiras dos pescadores e arrais amadores (mestre de barco) e documentos das embarcações em São Borja.

 

 

A exigência da documentação é realizada desde julho de 2012 pelas Capitanias dos Portos do Brasil. Sendo obrigatório para o trânsito de qualquer embarcação com motor em águas correntes brasileiras.

 

 

O documento tem aceitação em outros países e para a obtenção da carteira de arrais basta ter acima de 18 anos, a validade do mesmo é de 10 anos.

 

O processo ocorre a partir desta quarta-feira, dia 3 de maio, na Câmara Municipal de Vereadores das 15 às 18 horas, nos dias 4 e 5, das 9 às 12 horas e das 13 às 17 horas e no dia 6 no Iate Clube Bernadinho Ferreira das 8h30min às 16h30min.

Por Bruno Borges

Projeto de drenagem pluvial volta a ser discutido em São Borja

Devido as fortes chuvas que vem atingindo o município e pelas inundações que causam, a Prefeitura Municipal de São Borja voltou a analisar o projeto de drenagem pluvial pensado na década de 90, durante a gestão do prefeito José Alvarez.

Um dos problemas é que para realizar essa obra o custo seria de aproximadamente R$ 250 mil por quadra, isso contando apenas com a pavimentação, sem pensar no sistema de água, esgoto e telefonia.

Por Bruno Borges e Ricardo Godoy

Greve geral provoca paralisação em serviços do município

Greve geral está acontecendo em São Borja. O objetivo é fazer com que as reformas trabalhistas e da previdência, propostas pelo presidente Michel Temer não sejam aprovadas na Câmara dos Deputados.

 

A manifestação foi organizada pela Força Sindical e movimentos sociais espalhados pelo país. Em São Borja, na parte da manhã, de acordo com os organizadores o evento contou com a presença de 500 participantes aproximadamente, na Praça XV de Novembro.

 

Além disso, os protestantes bloquearam os portões da empresa Integração, responsável pelos transportes públicos na cidade que impediu a circulação dos veículos no município até às 10 horas. Os funcionários de escolas estaduais também aderiram à greve que resultou na inatividade das instituições.

 

No final da tarde o ato vai contar com uma aula aberta em que o tema principal será a situação política do país. Ao todo, 17 órgaos da classe trabalhadora participam do evento hoje.

Por Bruno Borges e Ricardo Godoy

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: folhadesaoborja@gmail.com

assinatura