• Guia

Procissão de São João Batista acontece neste sábado

A procissão de São João Batista é uma tradição há mais de 150 anos, e vem sendo mantido pela Prefeitura de São Borja, a procissão acontece neste sábado, dia 23 de junho, a partir das 19h30min, na rua Bompland, esquina com a rua Moreira Cézar, no bairro Paraboi.

Segue por algumas ruas centrais e chega até a Fonte São João Batista, também na rua Bompland, mas na região próxima ao centro da cidade. O ponto principal da procissão acontece exatamente na fonte com o tradicional banho do santo.

A programação se encerra no domingo, dia 24, às 15 horas, quando será oferecida uma mesa de doce para as crianças do bairro Paraboi e outras localidades. A chamada Mesa dos Inocentes acontecerá na esquina das ruas Bompland e Moreira Cézar, como forma de manter viva a tradição de devoção a São Joãozinho.

Centro de Atendimentos Múltiplos foi inaugurado em novo local

Foi inaugurado hoje, dia 6 de junho, o novo local para o Centro de Atendimentos Múltiplos (CAM). A mudança de endereço foi pelo objetivo de melhorar a acessibilidade e disponibilizar mais espaço aos profissionais e alunos a fim de qualificar o atendimento.

O novo espaço está situado na rua Eddie Freire Nunes, n° 2100. O prédio tem uma área com cerca de 200 metros quadrados, tendo inúmeras salas para o atendimento específico conforme a necessidade do aluno. As salas são equipadas com material pedagógico, além de possuírem identificação em braile e linguagem de sinais. Ainda conta com uma biblioteca em braile que está aberta para comunidade visitar.

O CAM atende cerca de 240 alunos da rede municipal, tendo por público-alvo os alunos com deficiências intelectuais, física, sensoriais (surdos, cegos e baixa visão), e altas habilidades. Destes 150 são atendidos diretamente no CAM, o departamento conta com psicóloga, assistente social, fonoaudióloga, duas pedagogas (educadoras especiais), e docente em libras.

Os demais alunos são atendidos na própria escola, na sala do AEE (Sala de atendimento educacional especializado), onde o profissional do CAM se desloca e presta apoio e assessoria ao professor de educação especial e também ao aluno que precisa de atendimento.

Fonte: Decom/Prefeitura de São Borja

Campanha de vacinação contra Gripe H1N1 foi prorrogada até dia 15 de junho

A vacinação contra Gripe H1N1, que encerraria no final de maio, foi prorrogada até o dia 15 de junho. As pessoas que ainda não se vacinaram poderão receber a imunização em qualquer ESF ou na Central de Vacinas, no antigo Hospital São Francisco.

O último levantamento realizado pela Secretaria da Saúde, o município tinha vacinado 18.626 pessoas contra Gripe H1N1. A equipe já bate a meta estipulada pelo Ministério da Saúde de 90% em três grupos de risco que são Trabalhadores da Saúde (110%), Puérperas (103,03%) e Idosos (90,13%).

O objetivo é atingir os percentuais também nos seguintes grupos de risco crianças de seis meses a quatro anos (53,25%), gestantes (50,58%) e professores (65,73%).

Os postos de saúde estão abertos das 7h30min às 11h30mmin e das 13 e 17 horas, e na Central de Vacinas das 7 às 12 horas, e das 13 às 16 horas.

Fonte: Decom/Prefeitura

Postos recebem abastecimento parcial em São Borja

Nesta quarta-feira, dia 30 de maio, alguns postos da cidade receberam combustíveis para o reabastecimento, o Posto do Passo, antigo Latina, agora Shell, recebeu 18 mil litros, mesmo assim a previsão é que poderá acabar ainda nesta tarde, já o Posto Missioneiro recebeu 8 mil litros, além deles, o Posto BR Centro também recebeu cerca de 16 mil litros que geraram filas durante a tarde. Os demais postos da cidade não conseguimos contato.

 

Os postos Santa Lúcia e Integração estão previstos para que chegue mais gasolina amanhã, dia 31, então é bom ficar atento para não enfrentar tantas filas para reabastecer seu veículo. A expectativa é que os postos voltem a funcionar normalmente a partir da semana que vem.

 

Veja onde abastecer:

Shell, BR Centro e Missioneiro - A partir de hoje (filas de espera).

Santa Lúcia e Integração - Provavelmente amanhã.

 

 

 Por: Matheus Charão

Desabastecimento no município aumenta após nove dias de paralizações

Depois de nove dias de paralisação dos caminhoneiros em todo o país reivindicando redução nos preços dos combustíveis e dos pedágios, de garantia de preços mínimos para os fretes e de mais cargas públicas para os autônomos, amplia-se cada vez o desabastecimento em São Borja, assim como das demais cidades da região. Afora a falta de combustíveis nos postos e de gás de cozinha nas revendas, faltam também muitos produtos, principalmente nos supermercados. Diversos outros reflexos estão ocorrendo no município e as autoridades tentam gerenciar a crise evitando problemas a setores essenciais.

 

Um comitê de gerenciamento de crise está negociando a vinda produtos para setores essenciais, mas o desabastecimento vai além dos postos de combustíveis e revendas de gás. Supermercados e farmácias já se ressentem de produtos que não estão chegando em função do movimento. A falta de combustíveis afetaram os serviços públicos como transporte e coleta de lixo. Aulas de escolas do interior foram suspensas e viagens estão restritas a caso mais urgentes. O município está sem situação de Calamidade Pública por conta dos reflexos da paralisação.

 

A mobilização dos caminhoneiros, com apoio de outros setores econômicos e de trabalhadores, segue nesta terça-feira, dia 29, com concentração na BR 285, saída para São Luiz Gonzaga. No final de semana e segunda-feira, dia 28, houve mobilizações de apoiadores do movimento, em pontos da região, além de carreatas e buzinaços.

 

Os caminhoneiros tiveram atendida parte das reivindicações pelo governo, mas agora querem ampliar a redução de preços para todos os combustíveis, não somente para óleo diesel. Também querem garantia de preço mínimo ao frete e redução do custo de pedágios.

 Por Edson Arce

Obras do quartel de Bombeiros será retomada

Desde 2007, a obra do quartel de bombeiros de São Borja se arrasta e não pode ser concluída. Nesta terça-feira, dia 29, foi assinada a ordem de serviço para a retomada das obras sob a coordenação da prefeitura de São Borja, que promoveu licitação pública. Com a supervisão do prefeito Eduardo Bonotto e benção do padre Aodomar Wandscher, a solenidade aconteceu no futuro quartel, na rua Borges do Canto, em frente ao Parcão.

 

A empresa responsável pela construção será a RAK Engenharia, vencedora do processo licitatório que terá recursos de R$ 250 mil, oriundos do Fundo Municipal de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). Estes recursos foram repostos ao Fundo pela atual administração, a após a justiça ter sequestrado os valores por conta de dívidas da administração anterior. A meta é de conclusão da obras em seis meses, permitindo que a corporação já possa se mudar.

 

O ato da assinatura da ordem de serviço contou com inúmeras autoridades, sob coordenação do prefeito Eduardo Bonotto e a meta é que esta etapa esteja concluída em seis meses. “Hoje é um dia especial, estamos deixando um legado às futuras gerações, mostrando que por meio da união das entidades é possível atingir os objetivos e construir um município melhor e com serviços de qualidade. Nos próximos meses, queremos estar entregando esta obra para os Bombeiros e que continuem cumprindo o seu nobre ofício, que é salvar vidas”, disse Bonotto.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura