• Guia

Alunos ainda estão sem transporte escolar em São Borja

Muitos estudantes de São Borja continuam sem transporte escolar. Novas medidas já estão sendo adotadas para resolver momentaneamente o problema.

Em locais onde o transporte não está sendo realizado, alunos estão recendo passagens, segundo informa 35° Coordenadoria Regional de Educação. É o caso de estudantes da Estação Experimental, Rincão da Cria e Kilka.

Uma alternativa está sendo estudada para resolver o problema dos alunos da região de Conde de Porto Alegre. O objetivo seria a prefeitura de Maçambará ceder um ônibus e o executivo de São Borja o motorista, solucionando o caso até a licitação ser viabilizada.

A 35° CRE informa que todo o período sem aula será recuperado.

Obras na Avenida Júlio Tróis prejudicam comerciantes

As obras que estão sendo realizadas pela Corsan na Avenida Júlio Tróis não foram concluídas dentro do prazo projeto e isso já começa a preocupar empresários proprietários de estabelecimentos comerciais do local. Alguns inclusive já começam a contabilizar os prejuízos.

É o caso de Claudia Rodrigues. A empresária relata que nos últimos dias praticamente não realizou vendas no Pet Shop em que é proprietária: "Felizmente tinha um dinheiro guardado no banco. Se não fosse isso a situação seria terrível".

Além dela, donos de mercados, lojas e outros estabelecimentos comerciais informam que os negócios diminuiriam mais de 50%.

O trânsito vai continuar interrompido na Júlio Tróis, entre as ruas Sarandi e Santos Dumont, até a próxima quinta-feira (19) segundo a Corsan. Os veículos podem continuar utilizando a Venâncio Aires, no sentido bairro/centro, pela faixa da direita.

De acordo com previsão da Corsan, na quinta-feira o trânsito será liberado, mas as obras ainda continuarão no acostamento da via.

Verão termina com o consumo de água dentro do projetado em São Borja

O nível do consumo de água em São Borja está ficando dentro do projetado pela Corsan durante o verão. Apesar disso, a orientação é que os consumidores continuem economizando nos próximos meses.

Aconteceram picos de demandas em dias sucessivos de altas temperaturas. É o caso da última semana, em que o consumo está entre 11 mil e 11.500 metros cúbicos por dia, conforme a Corsan.

A demanda, mesmo assim, está abaixo dos 13 mil metros cúbicos das épocas de seca prolongada e menor vasão do rio Uruguai, onde a companhia se abastece. Em relação à captação, tratamento e distribuição não são registrados problemas e outro dado positivo.

Situação no Brasil

No restante do país a situação foi bastante diferente. Em vários estados a escassez de água foi bastante grande, o que acabou gerando inúmeros problemas.

Em estados como São Paulo, foram necessárias ações de conscientização para que a população diminuísse o consumo, evitando inclusive a falta total de água.

Apesar de o verão estar terminando, ainda existe um controle bastante grande do consumo.

Aumentam os focos do mosquito transmissor da dengue no centro de São Borja

Com a confirmação de nove casos de dengue em Caibaté, cidade que fica distante 154 km de São Borja, a Secretaria Municipal da Saúde já está tomando medidas para evitar a doença. Focos do mosquito transmissor estão sendo encontrados na cidade.

Nos três primeiros meses de 2015, já foram localizados 300 focos do aedes aegypti no município. Em todo o ano passado, a Vigilância Sanitária encontrou 500 focos. O Secretário Municipal da Saúde, Moarcir Auzani, informa que ações já foram ampliadas para evitar casos da doença em São Borja.

Auzani diz ainda que aumentaram os casos no centro da cidade. Até o ano passado, os focos estavam mais localizados em bairros como Piray e Várzea, mas agora esse cenário mudou.

O Ministério da Saúde tem como determinação, a quantidade máxima de 1% de focos por regiões dos municípios, mas somente nos primeiros meses de 2015 esse número já chega a 2,3% no centro de São Borja.

Apesar do grande número de focos do mosquito transmissor, neste momento, nenhuma suspeita da doença está sendo monitorada pela Secretaria da Saúde.

Vacinação contra o HPV ainda está abaixo da meta

Até o momento, 20% da meta estipulada pelo Ministério da Saúde para vacinação contra o HPV foi atingida em São Borja. No último final de semana aconteceu o Dia D da campanha.

No total, 300 jovens foram vacinadas até o sábado (14). O objetivo é que 1495 meninas sejam vacinadas na cidade.

A vacinação ocorre até o dia 31 de março, na Central de Vacinas, que fica localizada no antigo Hospital São Francisco, das 7 às 17 horas, sem fechar ao meio-dia.

Segundo a coordenadora de Vacinação Carem Vidal, está sendo estudada a possibilidade de outro dia D de vacinação nesse mês.

Feira do Chocolate será realizada em São Borja

Está confirmada a realização da 25° Feira do Chocolate Artesanal de São Borja. O evento ocorrerá entre 31 de março a cinco de abril na área ao lado do Centro de Comércio Popular, na Rua General Marques.

Um grupo de 12 chocolateiras irá oferecer além de chocolate, doces e outras opções de presentes. A feira vai funcionar das oito e meia da manhã às oito da noite, em todo o período, sem fechar ao meio-dia.

A coordenação da iniciativa é da Emater, prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Instituto Farroupilha, com apoio das chocolateiras.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura