• Guia

Serviços de táxi foram discutidos na Câmara de Vereadores

Foi realizada na terça-feira (10) na Câmara de Vereadores a primeira discussão do projeto que estabelece novas regras para concessão do serviço de táxi em São Borja. O Tribunal de Contas do Estado definiu como inconstitucionais os contratos existentes na cidade.

Vários municípios gaúchos foram apontados pelo Tribunal de Contas. O argumento principal é que não aconteceram mais licitações para os taxistas. Com isso, o serviço em vários casos é passado de pai para filho.
Em 2014, um projeto de lei chegou a ser encaminhado pelo Legislativo para Palácio João Goulart, mas depois foi retirado, diante de pressões da categoria dos taxistas. A previsão é que seja aprovado um prazo de dez anos para que aconteça a adequação dentro das novas regras.

Durante as discussões, o vereador André Dubal (PP) destacou que vai realizar uma solicitação de ampliação desse prazo para 20 anos.

Já o vereador Carmelito do Amaral (PT), também durante a sessão, destacou que deve ser cumprida a indicação do Tribunal de Contas de 10 anos para adequação dessa normativa.
O projeto agora será levado para segunda discussão e votação.

Preço de gasolina não está prejudicando a venda de carros em São Borja

O aumento da gasolina não está refletindo na comercialização de veículos em São Borja. Valores relacionados aos impostos são considerados os principais fatores para alterações no mercado de novos e usados.

Em janeiro, o valor da gasolina subiu em média de R$ 3,15 para R$ 3,45 na cidade. Apesar disso, Antero Barroso Filho, gerente de uma empresa de veículos usados, informa que isso não está prejudicando a realização de novos negócios: "Apesar da reclamação ser geral, isso não está afetando nossas vendas. Em janeiro tivemos um crescimento de 20% nas vendas, se comparado com o mesmo mês do ano passado".

Em contra partida, o setor de 0 Km está enfrentando muitas dificuldades para realizar novos negócios. Só que a elevação no valor da gasolina não é apontando como fator determinante para isso. José Luiz Gattiboni, gerente de uma empresa de veículos, destaca que são outras as preocupações: "Neste ano tivemos o retorno ao patamar normal do IPI e isso impactou as vendas. Agora em janeiro tivemos uma queda de 30% na comercialização".

Serviços de taxi serão discutidos na Câmara de Vereadores

Começa a ser discutido nesta terça-feira (10) na Câmara de Vereadores o projeto que estabelece novas regras para a concessão do serviço de táxi em São Borja. O Tribunal de Contas do Estado definiu como inconstitucionais os contratos existentes na cidade.

Vários municípios gaúchos foram apontados pelo Tribunal de Contas. O argumento principal é que não aconteceram mais licitações para os taxistas. Com isso, o serviço em vários casos é passado de pai para filho.

Em 2014, um projeto de lei chegou a ser encaminhado pelo Legislativo para Palácio João Goulart, mas depois foi retirado, diante de pressões da categoria dos taxistas. A previsão é que seja aprovado um prazo de dez anos para que aconteça a adequação dentro das novas regras.

Esse prazo é o mesmo que está sendo proposto pela maioria das cidades da região.

Conselho Tutelar realiza fiscalização no Cais do Porto

O Conselho Tutelar de São Borja realizou durante o 48° Festival de Músicas para o Carnaval Apparício Silva Rillo trabalho de orientação sobre a proibição da venda de bebidas alcoólicas e cigarros para menores. Fiscalização é baseada no Estatuto da Criança e Adolescente.

Os conselheiros tutelares realizaram plantão especial desde o primeiro dia do festival. Durante as três noites não foram registradas ocorrências ou flagrantes, relacionadas com a fiscalização.

Folhetos explicativos sobre a lei foram distribuídos ao público e cartazes colocados em todos os bares do Cais do Porto.

Segundo a Lei 8.069/90, Art. 243, "vender, fornecer ainda que gratuitamente, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescentes, sem justa causa, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida" é proibida.

A pena é detenção de dois anos a quatro anos ou multa.

Carnes do IPTU e Taxa de Lixo devem ser entregues ainda neste mês

Devem estar prontos até o dia 17 de fevereiro os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de São Borja. As entregas devem acontecer até o final do mês.

Neste ano, o IPTU e Taxa de Lixo foram reajustados em 3,69%, segundo o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). Quem realizar o pagamento a vista do IPTU terá 20% desconto e para Taxa de Lixo 40%.

O valor ainda pode ser parcelado em 10 vezes e a primeira prestação vence no dia 16 de março. O Secretario da Fazenda, Bruno Maurer, explica a arrecadação com o IPTU fica em torno de 45% do valor lançado, correspondendo em torno de R$ 2 milhões.

Os carnes serão entregues nas residências dos contribuintes até o final de fevereiro. Os carnês de terrenos baldios deverão ser entregues na Secretaria da Fazenda, em cronograma que será divulgado.

Confira os resultados do festival de músicas Apparício Silva Rillo

Terminou no sábado (07) a 48° edição do Festival de Músicas para o Carnaval Apparício Silva Rillo. Depois da apresentação das 12 músicas, foram conhecidas as marchas e os sambas vencedores de 2015.

Confira os vencedores:

- Melhor Letra: Grupo Gente da Noite (Sonho)

- Melhor Melodia - Grupo Musiviola (Tudo vai passar)

- Melhor Arranjo - Grupo Sperandires (O mundo é um samba)

- Melhor Intérprete: Grupo Musiviola (Leandro Farias)

- Melhor Sopro: Grupo Samba dos Pampas (A Ala Puxa samborja)

- Melhor Percursão: Grupo Musiviola (Tudo vai passar)

- Melhor Corda: Grupo Bambas da Mociviu (Se a Mociviu é esperança, vem brincar de ser criança)

- Música Mais popular: Grupo Bambas da Mociviu (Se a Mociviu é esperança, vem brincar de ser criança)

 

Categoria Marcha

1° Lugar - Grupo gente da Noite (Sonho)

2° Lugar - Grupo Samba dos Pampas (A Ala Puxa Samborja)

3° Lugar - Grupo Cia do Samba (Vamos brincar de boi)

 

Categoria Samba

1° Lugar - Grupo Unidos do Luar (Um anjo na roda de samba)

2° Lugar - Grupo Cia do samba (Trabalho de Macumba)

3° Lugar - Grupo Musiviola (Tudo vai passar)

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura