• Guia

Polícia identifica suspeito de planejar fuga de ‘Marquinhos’

 

Esposa do suspeito foi presa por tráfico de drogas

A Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Uruguaiana prendeu Aline da Silva Rodrigues, por volta das 18 horas, de quinta-feira, dia 18. Segundo a Polícia, durante diligências, foram apreendidas na casa da suspeita 975 gramas de crack, 1 quilo de cocaína, 50 gramas de maconha, uma balança de precisão, diversas munições calibre 38, além de celulares e um automóvel Gol ano 2009. Também foi localizada uma corda em forma de jiboia semelhante às utilizadas por bandidos em fugas.

A ação fez parte de um trabalho investigatório também realizado em outras cidades, onde mandados de busca e apreensão foram cumpridos. "Foram cumpridas buscas simultâneas nas cidades de Uruguaiana, Canoas e Alegrete", disse o delegado Enio Tassi, responsável pela ação.

De acordo com as investigações, Aline é casada com Vanderson Siqueira Mayer, natural de Alegrete, suspeito de envolvimento com criminosos de Canoas e que está preso em Uruguaiana desde o ano passado. Nos apontamentos feitos pela Polícia, Vanderson é suspeito de comandar a venda de drogas executada por sua esposa e também é investigado pelo envolvimento no plano de fuga de Marcos Martins Antunes, o ‘Marquinhos’, inclusive com o uso de explosivos.

No dia 31 de janeiro deste ano, quando Marcos Martins Antunes, apontado como um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando do Interior, foi transferido da Penitenciária de Uruguaiana para Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, uma rebelião foi registrada na Modulada. Na oportunidade, os agentes da Susepe local, com apoio de equipes de Santa Maria precisaram usar balas antimotim para conter o tumulto. Vanderson estava entre os presos que foram contidos e chegou a ser encaminhado à Santa Casa de Caridade, pois alegava ter sido ferido. No atendimento médico foi comprovado que não havia ferimentos. Na oportunidade, a Susepe atribui o motim ao grupo como forma de protesto contra transferência de "Marquinhos".

O suspeito está preso no módulo ‘Apoio’ da Penitenciária Modulada de Uruguaiana e sua companheira foi encaminhada para o módulo V2, ala feminina.

Por Gelci Saraiva

OPERAÇÃO JUNGUZU: Força policial prende suspeitos de tentativa de homicídio de sindicalista

A Polícia Federal de São Borja e de Santa Maria, com apoio da Polícia de Civil de Santiago e da Brigada Militar de Tupanciretã, deflagram, no dia 22, a operação Junguzu, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e de prisões temporárias para apurar uma tentativa de homicídio que ocorreu no mês de abril, na cidade de Capão do Cipó, contra o presidente do Sindicato dos Municipários da cidade, Giovani Luiz Diedrich, de 43 anos. O crime está sendo investigado pela Delegacia da Polícia Federal de São Borja.

Segundo informações, na noite de 19 de abril, três homens armados com revólveres entraram na loja do sindicalista, no centro de Capão do Cipó, e o agrediram com coronhadas na cabeça, além de efetuarem disparos em sua direção. Ele acabou sendo baleado em um dos pés.

A operação foi desencadeada na cidade de Tupanciretã, cidade dos suspeitos. Na ação policial, foram apreendidas maconha, balança de precisão, um notebook e celulares, e dois suspeitos do crime foram presos e trazidos para a sede da Polícia Federal de São Borja para prestar depoimento, e após foram conduzidos ao Presídio Estadual de São Borja, onde ficaram por cinco dias, a contar do dia de suas prisões.

A investigação continua no sentido de identificar os demais envolvidos e a motivação do crime.

 

operacao2

Um dos suspeitos foi preso em sua propriedade

Por Gelci Saraiva

Suspeito de matar companheira irá a júri popular nesta quarta-feira

 

O Tribunal do Júri se reúne nesta quarta-feira, dia 30, por volta das 9h30min, para julgar Luis Augusto Silva Cesário, suspeito de matar a sua companheira, Kátia Evanir Nunes Prado Dornelles, de 40 anos, com o fio do secador de cabelos.

O crime ocorreu por volta da 1h25min do dia 1º de janeiro de 2016, na casa do casal, localizada na rua Henrique Dias, no bairro do Passo. A Brigada Militar e a Polícia Civil atenderam à ocorrência. Segundo o levantamento, o corpo de Kátia estava no banheiro da casa, com o fio em volta do pescoço e uma faca em cima do corpo, e o homem estava na frente da casa, ferido.

Luis Augusto se encontra preso no Presídio Estadual de São Borja desde o mês de agosto do ano passado para cumprir uma pena de 8 anos e um mês pelo estupro de sua enteada.

Por Gelci Saraiva

URUGUAIANA: Homem mata a tiros a ex-companheira na frente dos filhos

Lucineia Maciel Hoffman, 31 anos, foi morta com cinco tiros na frente dos três filhos, em sua casa, no domingo, dia 27, em Uruguaiana. O principal suspeito é o ex-companheiro dela, que não aceitava o fim do relacionamento, segundo a Polícia. A vítima tinha medida protetiva concedida recentemente pela Justiça.

"No dia 7 de maio ela foi até a delegacia registrar ocorrência. Ele havia ameaçado ela de morte", diz a delegada Caroline Bortolotti Huber, responsável pela investigação.

No dia seguinte, a medida protetiva foi concedida, mas o juiz não encontrou o homem para intimá-lo a comparecer a uma audiência. "Foi concedido também mandado de busca e apreensão da arma que ela dizia que ele tinha, foi cumprido o mandado no trabalho dele, mas lá informaram que ele não estava indo ao serviço", acrescentou a delegada.

O homem era foragido do regime semiaberto e cumpria pena por roubo, mas voltava ao albergue desde o dia 7 de maio, segundo a delegada. O suspeito é procurado pela polícia, que ainda não tem pistas de seu paradeiro.

Por Gelci Saraiva

Duas crianças morrem carbonizadas em Itaqui

Um incêndio matou duas crianças carbonizadas na madrugada desta segunda-feira, dia 21, em Itaqui. De acordo com o Corpo de Bombeiros da cidade, as vítimas tinham 6 e 10 anos. O pai e a avó das crianças ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital São Patrício, daquela cidade.

Reportagem completa na edição de quarta-feira da Folha de São Borja

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura