Homenagem a Leonel Brizola lota auditório da Câmara de Vereadores

O auditório da Câmara Municipal de Vereadores esteve lotado na solene realizada na manhã desta terça-feira, dia 21, para Leonel Brizola pela passagem do 12° aniversário de sua morte.

No plenário da Casa, lideranças políticas nacionais, estaduais e municipais discursaram para homenagear o ex-governador e fundador do PDT falecido em 2004 no Rio de Janeiro e que foi sepultado em São Borja.

Mais informações na Folha desta quarta-feira, 22 de junho

Justiça Eleitoral nega pedido do PDT para retirar vídeo de Bonotto de rede social

Na semana passada, o PDT de São Borja entrou na Justiça Eleitoral com uma representação contra o PP pela veiculação de um vídeo de Eduardo Bonotto - pré-candidato a prefeito e presidente do partido no município - no programa estadual do Partido Progressista na televisão.

 

Na representação, o PDT pediu a retirada do vídeo da rede social, alegando se tratar de propaganda antecipada.

 

A juíza eleitoral da 47ª Zona Eleitoral, Mônica Marques Giordani, no entanto, negou o pedido e em seu despacho argumentou que todos os procedimentos legais foram respeitados, tanto na veiculação estadual do vídeo, quanto na sua publicação em redes sociais.

Mais informações na Folha desta quarta-feira, 22 de junho

PDT - São Borja prepara programação especial em homenagem à memória de Leonel Brizola

No dia 21 de junho, São Borja será sede de uma peregrinação de lideranças políticas que estarão na cidade para prestar homenagens ao líder trabalhista Leonel Brizola, na data que marca a lembrança dos 12 anos de seu falecimento.


Entre as presenças confirmadas está o presidenciável Ciro Gomes, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, o deputado federal Afonso Motta e a deputada estadual, Juliana Brizola.

A programação começa às 10 horas com uma Sessão Solene na Câmara de Vereadores. As 11 horas acontece uma visita ao túmulo de Brizola, no Cemitério Municipal Jardim da Paz e ao meio-dia a Executiva Municipal do partido realiza a pré-convenção, no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Tropilha Crioula.

No mesmo dia o partido realiza a pré-convenção para a definição dos pré-candidatos a vereadores e a apresentação dos pré-candidatos a prefeito e vice do município.

 

Por Fabielle Zemolin

Fonte: PDT

PT confirma apoio a coligação que tentará reeleger Farelo Almeida

Durante encontro na sede do PDT na quarta-feira, dia 15, o Partido dos Trabalhadores (PT) de São Borja formalizou apoio à pré-candidato do atual prefeito Farelo Almeida, que pretende concorrer à reeleição em outubro.

O PT já fazia parte da base de apoio do prefeito do PDT, mas ainda não havia confirmado que apoiaria Farelo na tentativa de permanecer no principal cargo do Poder Executivo.

A assinatura de um protocolo de intenções, selado entre os presidentes das executivas municipais de ambas as agremiações, significo também a adesão da décima sigla a fazer parte do projeto eleitoral que será liderado pelo PDT.

Agora, além do PT, confirmado esta semana, a coligação de apoio à reeleição de Farelo conta também com PMDB, PSB, PSD, PR, PMN, PSC, SDD e PEN.

Mais informações na Folha deste sábado, 18 de junho

Demandas para a cidade foram solicitadas ao Governo do Estado

O vice-prefeito Jefferson Homrich (PTB) esteve em Porto Alegre na última segunda-feira, dia 6, para encaminhar algumas demandas do município de São Borja. Homrich protocolou junto ao Governador do Estado o pedido de aumento de efetivo da Brigada Militar, considerando os novos policiais que foram nomeados e o número de ocorrências atendidas pelo 2° Batalhão de Policiamento de Área de Fronteira.

Na secretaria estadual da Saúde o vice-prefeito protocolou solicitação de pagamento do complemento de diárias de UTI em convênio com o SUS, considerando a Resolução CIB nº 358.

 

Por Fabielle Zemolin

Mais informações na Folha desta quarta-feira, 8 de junho

Processo de impeachment foi aprovado pelo Senado nesta quinta-feira

O plenário do Senado Federal aprovou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Foram 55 votos a favor e 22 contra. A sessão teve início às 10h da quarta-feira e encerrou nesta quinta-feira (12), às 6h40min, cada senador teve 15 minutos para defender seus votos.

 

A presidente Dilma Rousseff será afastada da presidência por 180 dias e quem assume o cargo é o Vice Michel Temer. Em 20 dias Dilma será notificada para se defender contra as acusações.

Fonte: Rádio Gaúcha

Por Nathalia Nolibos

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: folhadesaoborja@gmail.com

assinatura