Após desistência de empreiteiras, obras poderão ser recomeçadas em São Borja

A Secretaria Municipal de Planejamento fez ajustes burocráticos para abrir novo processo licitatório em torno de obras suspensas na cidade. Essa ação foi necessária após da desistência de algumas empreiteiras responsáveis pelas execuções de projetos no município.

Um dos exemplos, conforme o secretário Júlio Vieira, é a implantação de 20 quiosques no Cais do Porto, que serão utilizados para a venda de lanches e bebidas. Os valores inicialmente contratados estão defasados e o mais provável é que a prefeitura tenha de completar recursos.

Também será feita nova licitação para terminar as obras do Centro Especializado de Reabilitação (CER), em frente à Praça da Lagoa. Os valores acertados inicialmente também estão defasados, mas neste caso, existe sobra de recursos nos repasses feitos pelo governo federal, segundo destaca o secretário.

PT, PP e PSB definem pré-candidatos a prefeito

Os últimos dias foram de reuniões de alguns partidos políticos em São Borja. Siglas já iniciaram definições para às eleições municipais de 2016.

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) realizou no último sábado (12) um encontro dos seus filiados na sede do partido. Nessa ocasião ficou definido o nome do empresário Gilberto Prado como pré-candidato a prefeito.

Além dele, o vereador Marcelo Robalo foi confirmado como pré-candidato a vice-prefeito. Até o momento o partido possui 18 nomes para serem candidatos a vereador, sendo que desses, seis são mulheres. Novas reuniões ainda serão realizadas para avaliar propostas e definir se o partido aposta na candidatura própria.

O Partido Progressista (PP) também realizou pré-convenção, na sexta-feira (11), para indicar o nome do candidato a prefeito para concorrer às eleições no mês de outubro. Dois nomes figuravam na disputa interna: o vereador Eugênio Dutra e o presidente da sigla, Eduardo Bonotto, que concorreu a vice-prefeito na eleição de 2012.

A pré-convenção aconteceu na sede do Partido Progressista (PP) e apenas membros do diretório puderam votar. Após votação secreta o nome escolhido pela maioria do diretório foi de Eduardo Bonotto. A partir de agora, com o nome definido do candidato, serão ampliadas as discussões para o preenchimento do cargo de vice-prefeito, que, ao que tudo indica, deverá ser de outro partido.

Já o Partido dos Trabalhadores (PT) também realizou um encontro no sábado (12) onde foi definido que o atual secretário municipal Turismo, Eventos e Desenvolvimento Econômico, Antônio Croin, será o pré-candidato a prefeito pela sigla. Ele foi escolhido por unanimidade, após alguns integrantes interessados no cargo se retirarem da disputa. O PT já possuí cerca de 15 pré-candidatos a vereador.

Sartori vai a Brasília para novo encontro sobre a dívida com a União

O Governador do Rio Grande do Sul,José Ivo Sartori vai a Brasília nesta terça-feira (8) para um novo encontro sobre a renegociação dívida com a União. A reunião foi marcada pelo Ministério da Fazenda e terá a participação também dos governadores de Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e do Rio de Janeiro.

O valor da dívida é R$ 51,8 bilhões. Todos os meses, o Estado paga uma parcela que gira em torno de R$ 270 milhões para a União. Nas negociações com o governo federal, Sartori propõe que a situação de cada estado devedor seja analisada caso a caso.

Pagamento do funcionalismo

O complemento dos salários dos servidores estaduais de fevereiro poderá ser feito nesta semana, mas depende de como a União irá reagir ao atraso no pagamento da parcela mensal da dívida. Caso as contas não sejam bloqueadas até quinta-feira (10), haverá recursos disponíveis para quitar a folha.

Segundo cálculo da Secretaria da Fazenda, ainda são necessários R$ 270 milhões para finalizar o pagamento de 30% do funcionalismo. Até agora, só receberam na íntegra os servidores que ganham até R$ 3.050,00 mensais. Em fevereiro, a União reteve valores e bloqueou as contas do Estado entre os dias 10 e 11.

Piratini deposita mais uma parcela dos salários na segunda-feira

O governo do Estado promete depositar mais uma parcela dos salários de fevereiro dos servidores do Executivo nesta segunda-feira (7). O valor será de R$ 400,00 por matrícula. Somando esta parcela com os valores já depositados ao longo da semana, a Secretaria da Fazenda (Sefaz) complementa os salários para os funcionários com vencimento líquido de até R$ 3.050,00.

O novo crédito estará visível nos extratos bancários durante o final de semana, e disponível para saque na manhã de segunda. A expectativa do Piratini é complementar os salários para quem ganha acima de R$ 3.050,00 até o próximo dia 15.

A folha bruta de pagamento do funcionalismo chegou neste mês a R$ 1,36 bilhão. Os celetistas vinculados às fundações representam outros R$ 25 milhões e receberam na última quarta-feira (2)

O pagamento dos salários iniciou-se com o depósito de R$ 1.750,00 nas primeiras horas da última segunda-feira (29). No final do mesmo dia, houve o repasse de mais duas faixas, de R$ 250,00 e R$ 300,00. Dois dias depois, foram creditadas mais R$ 350,00.

Fonte: Rádio Gaúcha

Base governista é alterada na Câmara de Vereadores

Após acontecerem as saídas do PMDB, PTB e PR da coligação que administra a prefeitura de São Borja, a Câmara de Vereadores também apresenta uma nova composição. Mesmo com o desligamento desses partidos da base governista, alguns parlamentares evitam afirmar que estão na oposição.

É o caso de Beto Souza do PTB e Jeovane Contreira do PMDB. Os dois afirmam que apesar da saída dos partidos da base aliada, eles não se consideram com isso oposicionistas. São unanimes em dizer que tem a liberdade de analisar os projetos enviados pelo executivo e votar no que considerem melhor.

Agora, a base governista na Câmara conta com os vereadores Ana Claudia Gattiboni, Celso Lopes, Fátima da Rocha, Valério Cassafuz e Tiago Cadó, todos do PDT. Ainda compõe esse grupo Carmelito Amaral (PT) e Marcelo Robalo (PSB).

Na oposição estão Adão Santiago, André Dubal, Eugênio Dutra e João Luiz Dornelles, todos do PP. Completa a lista o vereador Roque Feltrin, que atualmente está no PSDB.

O vereador Eldomir Marchezan (PR), como presidente do legislativo, evita se colocar na posição ou oposição.

Sessão solene homenageia nascimento de João Goulart

Mais uma vez, atendendo o que está previsto na lei municipal 1.014/1980, foi realizada em São Borja sessão solene do aniversário de nascimento do presidente João Goulart. Atividades iniciaram na Câmara de Vereadores .

Além da sessão solene, a programação das homenagens teve também visitação ao Memorial João Goulart e ao Mausoléu da Família Goulart no Cemitério Jardim da Paz. Em 2016, no dia 1º de março, Jango completaria 98 anos de idade. O político governou o Brasil de 1961 a 1964.

Antes disso, foi vice-presidente, de 1956 a 1961, do presidente Juscelino Kubitschek. A carreira política, a vida em família e a ligação do são-borjense João Goulart com sua terra natal serão lembrados na cerimônia na Câmara.

Existe no Memorial João Goulart, onde morou com a família, acervo de centenas de peças que resgatam a trajetória do político.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: folhadesaoborja@gmail.com

assinatura