• Guia

PT confirma apoio a coligação que tentará reeleger Farelo Almeida

Durante encontro na sede do PDT na quarta-feira, dia 15, o Partido dos Trabalhadores (PT) de São Borja formalizou apoio à pré-candidato do atual prefeito Farelo Almeida, que pretende concorrer à reeleição em outubro.

O PT já fazia parte da base de apoio do prefeito do PDT, mas ainda não havia confirmado que apoiaria Farelo na tentativa de permanecer no principal cargo do Poder Executivo.

A assinatura de um protocolo de intenções, selado entre os presidentes das executivas municipais de ambas as agremiações, significo também a adesão da décima sigla a fazer parte do projeto eleitoral que será liderado pelo PDT.

Agora, além do PT, confirmado esta semana, a coligação de apoio à reeleição de Farelo conta também com PMDB, PSB, PSD, PR, PMN, PSC, SDD e PEN.

Mais informações na Folha deste sábado, 18 de junho

Demandas para a cidade foram solicitadas ao Governo do Estado

O vice-prefeito Jefferson Homrich (PTB) esteve em Porto Alegre na última segunda-feira, dia 6, para encaminhar algumas demandas do município de São Borja. Homrich protocolou junto ao Governador do Estado o pedido de aumento de efetivo da Brigada Militar, considerando os novos policiais que foram nomeados e o número de ocorrências atendidas pelo 2° Batalhão de Policiamento de Área de Fronteira.

Na secretaria estadual da Saúde o vice-prefeito protocolou solicitação de pagamento do complemento de diárias de UTI em convênio com o SUS, considerando a Resolução CIB nº 358.

 

Por Fabielle Zemolin

Mais informações na Folha desta quarta-feira, 8 de junho

Processo de impeachment foi aprovado pelo Senado nesta quinta-feira

O plenário do Senado Federal aprovou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Foram 55 votos a favor e 22 contra. A sessão teve início às 10h da quarta-feira e encerrou nesta quinta-feira (12), às 6h40min, cada senador teve 15 minutos para defender seus votos.

 

A presidente Dilma Rousseff será afastada da presidência por 180 dias e quem assume o cargo é o Vice Michel Temer. Em 20 dias Dilma será notificada para se defender contra as acusações.

Fonte: Rádio Gaúcha

Por Nathalia Nolibos

Protocolo de intenções para as próximas eleições foi assinado nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira, dia 2 de maio, foi assinado o protocolo de intenções entre PP, PSDB e PTB para as próximas eleições.  A sede municipal do Partido Trabalhista Brasileiro esteve lotada de lideranças, militantes e pré-candidatos que foram prestigiar o início desta grande caminhada.

Todos os discursos ressaltaram a importância de um novo projeto para o município, com unidade, respeito e novas ideias. A união de progressistas, tucanos e trabalhistas é um marco positivo na história política de São Borja.

Fonte: Juventude Progressista São Borja

Por Nathalia Nolibos

Prazo para regularizar o cadastro no cartório eleitoral vai até quarta-feira

As eleições municipais acontecem em outubro deste ano, sendo assim os eleitores que precisam solicitar alistamento, segunda via do título, mudança de domicílio e local de votação devem comparecer ao cartório eleitoral.

O atendimento começou na segunda-feira (02) e encerra na quarta-feira, dia 04 de maio. Durante os três dias o cartório tem horário diferenciado das 10 horas até às 19 horas. O eleitor deve levar documento de identificação com foto e comprovante de residência.

Por Nathalia Nolibos

Fonte: Rádio Cultura

STF suspende por 60 dias o processo sobre dívida dos estados com União

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram, nesta quarta-feira (27), suspender por 60 dias o julgamento dos mandados de segurança em que estados pedem a aplicação de juros simples no pagamento da dívida com a União. As ações foram propostas por procuradores dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

DÍVIDA DO RIO GRANDE DO SUL

Ficam mantidas as liminares que autorizaram que as parcelas mensais da dívida sejam pagas conforme os cálculos dos devedores e não da União, que prevê juros compostos.

A proposta da Suprema Corte é de que as partes se manifestem nesse período e seja feita uma mesa de negociações para tentar um acordo. O ministro Luis Roberto Barroso defende que a questão volte para a esfera política em forma de projeto de lei.

Fonte: Rádio Gaúcha

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura