Processo de impeachment foi aprovado pelo Senado nesta quinta-feira

O plenário do Senado Federal aprovou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Foram 55 votos a favor e 22 contra. A sessão teve início às 10h da quarta-feira e encerrou nesta quinta-feira (12), às 6h40min, cada senador teve 15 minutos para defender seus votos.

 

A presidente Dilma Rousseff será afastada da presidência por 180 dias e quem assume o cargo é o Vice Michel Temer. Em 20 dias Dilma será notificada para se defender contra as acusações.

Fonte: Rádio Gaúcha

Por Nathalia Nolibos

Protocolo de intenções para as próximas eleições foi assinado nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira, dia 2 de maio, foi assinado o protocolo de intenções entre PP, PSDB e PTB para as próximas eleições.  A sede municipal do Partido Trabalhista Brasileiro esteve lotada de lideranças, militantes e pré-candidatos que foram prestigiar o início desta grande caminhada.

Todos os discursos ressaltaram a importância de um novo projeto para o município, com unidade, respeito e novas ideias. A união de progressistas, tucanos e trabalhistas é um marco positivo na história política de São Borja.

Fonte: Juventude Progressista São Borja

Por Nathalia Nolibos

Prazo para regularizar o cadastro no cartório eleitoral vai até quarta-feira

As eleições municipais acontecem em outubro deste ano, sendo assim os eleitores que precisam solicitar alistamento, segunda via do título, mudança de domicílio e local de votação devem comparecer ao cartório eleitoral.

O atendimento começou na segunda-feira (02) e encerra na quarta-feira, dia 04 de maio. Durante os três dias o cartório tem horário diferenciado das 10 horas até às 19 horas. O eleitor deve levar documento de identificação com foto e comprovante de residência.

Por Nathalia Nolibos

Fonte: Rádio Cultura

STF suspende por 60 dias o processo sobre dívida dos estados com União

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram, nesta quarta-feira (27), suspender por 60 dias o julgamento dos mandados de segurança em que estados pedem a aplicação de juros simples no pagamento da dívida com a União. As ações foram propostas por procuradores dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

DÍVIDA DO RIO GRANDE DO SUL

Ficam mantidas as liminares que autorizaram que as parcelas mensais da dívida sejam pagas conforme os cálculos dos devedores e não da União, que prevê juros compostos.

A proposta da Suprema Corte é de que as partes se manifestem nesse período e seja feita uma mesa de negociações para tentar um acordo. O ministro Luis Roberto Barroso defende que a questão volte para a esfera política em forma de projeto de lei.

Fonte: Rádio Gaúcha

Câmara diz sim para o impeachment e processo será levado ao Senado

Eram necessários 342 votos para que fosse aberto o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Às 23h08min do dia 17, o processo foi aceito na Câmara, o voto foi dado pelo deputado Bruno Araújo do PSDB-PE.

Os debates começaram na sexta-feira e terminaram por volta das 4 horas da manhã do domingo e a votação na Câmara terminou às 23h47min. Foram 367 votos “sim”  ao impeachment e 137 votos contra. A sessão durou 9h47min.

Nas últimas semanas Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva buscavam apoio das pessoas afirmando que se a presidente fosse afastada, o vice-presidente da República, Michel Temer poderia colocar fim a programas sociais como o Bolsa Família. Michel Temer rebateu e disse que vai manter os programas sociais.

 O processo de impeachment chega hoje, dia 18, ao Senado. Os senadores podem manter a decisão dos deputados e começar o processo ou arquivar as investigações. Se aprovado o relatório no plenário, a presidente será afastada até 180 dias para que ocorra o julgamento e poderá se defender. Serão necessários 51 votos de 81 senadores para que a presidente perca o cargo. 

Informações do site G1

Redação: Nathalia Nolibos

 

Confirmado reajuste salarial para servidores municipais

Aconteceu na segunda-feira (28) uma reunião extraordinária no legislativo local, convocada pela direção da Casa, para votar projetos de reajuste dos servidores municipais. Foram apresentados três projetos, contemplando o magistério e servidores do quadro geral na prefeitura, mais os servidores da Câmara de Vereadores.

Os professores, que vinham sob impasse e negociações há algumas semanas, tiveram confirmada uma reposição de 11,54% retroativo a janeiro, a ser concedida parceladamente. Já em relação aos servidores do quadro geral e do Legislativo o reajuste foi de 9, 72%, a partir de março, também parceladamente.

O início da reposição é antecipada em relação há anos anteriores em função de implicações do ano eleitoral. Ainda foi incluída na pauta da sessão extraordinária uma votação para autorizar a contratação de um assessor parlamentar para um dos vereadores e um projeto de apoio a Sociedade Esportiva São Borja.

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua Riachuelo, 928 - Centro São Borja,RS - 97670-000
Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: folhadesaoborja@gmail.com

assinatura