• Guia

A primeira etapa da vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul começou no dia 1° e termina dia 31 de maio. A expectativa para 2018, de acordo com a área técnica da Secretaria da Agricultura, é vacinar 13.736 milhões de animais, entre bovinos e bubalinos. A meta de imunização é de ao menos 90% deste total.

 

Em maio de 2017, a cobertura foi de 98,93% e, em novembro, de 97,48%, segundo dados do governo.

 

A homologação da vacina por parte dos proprietários deve ser informada nas inspetorias de defesa agropecuária até 7 de junho, cinco dias úteis após o término da campanha.

 

Os produtores devem adquirir as doses nas agropecuárias credenciadas, com atenção para as condições de conservação (que deve ser entre 2 e 8 graus) e a aplicação.

 

A multa por não vacinar é de R$ 300,00 por propriedade inadimplente e R$ 60,00 por animal. E se mesmo assim, o criador não declarar, ainda paga R$ 500,00 porque não atendeu o chamado. Antes, os criadores pagavam R$ 60,00 por tudo, propriedade e animais não vacinados.

 

 

Fonte: G1

Por: Stephanie Vieira

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua General Osório, 2341/Sala 1 - Centro São Borja,RS - 97670-000

Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura