A Organização Mundial da Saúde preconiza o aleitamento materno exclusivamente até os seis meses de vida e após a introdução da alimentação complementar até os dois anos de idade ou mais.

Entre os benefícios do aleitamento materno para a criança estão: redução da taxa de mortalidade infantil até os 5 anos de vida, evita diarreia, infecções respiratórias, diabetes, colesterol alto e hipertensão, leva a uma melhor nutrição e reduz as chances de desenvolver obesidade. Além disso, contribui para o desenvolvimento da cavidade bucal do bebê e também promove o vínculo entre mãe e bebê.

Para a mãe, já se sabe que mulheres que amamentam até os seis meses ou mais reduz os índices de câncer de mama e auxilia na recuperação do útero no pós-parto, prevenindo hemorragias e anemia no puerpério.

Mesmo com todos os benefícios da amamentação, sabe-se que o índice de aleitamento materno no Brasil é muito pequeno, pois são apenas 45% das mulheres tiveram seus bebês que conseguem levar adiante a amamentação.

Diante desta realidade, sabemos que amamentar não é um ato instintivo, mas sim a ser aprendido com conhecimento, informação de qualidade e técnica. Por isso, o trabalho da consultora em amamentação se faz necessário, pois é a profissional que conhece as últimas evidências sobre os benefícios e manejo do aleitamento materno, conduzindo as mães e suas famílias no processo da amamentação, auxiliando-os para que tomem as decisões que desejam após muita informação de qualidade.

A consultoria em amamentação quando iniciada ainda no pré-natal, é muito eficaz, pois a avaliação da profissional permite identificar os principais riscos para o aleitamento materno e intervir educativamente, no intuito de prevenir as principais dificuldades encontradas pelas mães no início da amamentação.

Além da consultoria em amamentação na gestação, é possível acompanhar o processo de aleitamento materno no pós-parto tanto preventivamente quanto no manejo das principais dificuldades encontradas pelas mães: feridas nos mamilos, dor na amamentação, dificuldades na pega, mastite, candidíase mamilar, ingurgitamento mamário.

É possível ainda a consultoria em amamentação no retorno ao trabalho para que as mães que vão retornar às suas atividades profissionais possam continuar a amamentação e tenham informações importantes sobre a ordenha, armazenamento, congelamento do leite materno, como oferecer o leite pelo cuidador de forma que não atrapalhe a amamentação e treinamento da rede de apoio.

Já quando a mãe decide que é o momento de findar seu período de amamentação, é possível fazer a consultoria para guiar a mãe, num processo gentil e gradual de desmame.

Laserterapia na amamentação: para que serve e quais são os benefícios?

A laserterapia é um processo terapêutico que utiliza o laser de baixa intensidade para o tratamento das feridas mamilares que podem acontecer no início da amamentação e costumam causar muita dor e desconforto nos seios, podendo muitas vezes causar um grande desgaste físico e emocional nas mães por não conseguirem levarem a diante a amamentação devido à dor intensa.

Entre os benefícios destacam-se a redução da dor, inchaço, melhora na cicatrização, ação anti-inflamatória, bactericida, melhora do ingurgitamento mamário e melhora na resposta imunológica.

O laser promove analgesia e conforto para que as mães possam continuar a amamentação devido à rápida resposta do processo de cicatrização. Porém, é importante o trabalho da consultora em amamentação para que sejam identificadas as causas das lesões mamilares e sejam feitos os ajustes necessários, como por exemplo, correção da pega e postura da amamentação.

Como é feito o tratamento?

A aplicação do laser é rápida e indolor, o procedimento não é invasivo e não possui efeitos colaterais, dura apenas alguns minutos e pode ser realizado na casa da paciente ou em consultório. O efeito analgésico é imediato!

A laserterapia pode ser realizada diariamente ou de acordo com a necessidade até a remissão dos sintomas. “Laserterapia é um alento às mães que amamentam e estão passando por dificuldades como fissuras mamilares, pois promove conforto e redução da dor tão logo o laser é aplicado. Os resultados são muito bons e têm ajudado inúmeras mães no pós-parto, evitando o desmame precoce”, enfatiza a enfermeira mestre em Saúde Materno-Infantil, Carla Zimmermann.

CarlaZimmermann

 

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua Riachuelo, 928 - Centro São Borja,RS - 97670-000
Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura