Está sendo realizando entre os dias 27 e 31 de maio, mais uma edição do LIRA (Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti). Trata-se de uma avaliação por amostragem, definida pelo Ministério da Saúde, que é realizada quatro vezes por ano no País – duas no primeiro e outras duas no segundo semestre. O objetivo é identificar e eliminar possíveis larvas ou focos do mosquito, que transmite doenças como dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Em São Borja será mobilizada toda a equipe dos agentes de endemia do Serviço de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal da Saúde e seu coordenadores técnicos. Também participam dois técnicos da 12ª Coordenadoria Regional da Secretaria Estadual de Saúde, sediada em Santo Ângelo. A previsão é que na próxima semana sejam divulgados os números relativo ao levantamento, bem como balanço sobre os cinco primeiros meses do ano.

Nas últimas semanas diminuiu o registro de focos, mas, no total, os primeiros meses de 2019 já superam a incidência de todo o ano passado. O diretor de Vigilância Sanitária, Adilson Quevedo, chama atenção para pneus eventualmente abandonado pela cidade. “Esse tipo de material, uma vez jogado, sem o devido cuidado, no meio ambiente, ou ferros-velhos ou borracharias, pode ser núcleo de proliferação do mosquito”. O pedido é para que os pneus velhos sejam levados a depósito da Prefeitura, no antigo hospital São Francisco, onde, semanal ou quinzenalmente, uma empresa faz recolhimento para reciclagem.

Fonte: Decom/Prefeitura

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua Riachuelo, 928 - Centro São Borja,RS - 97670-000
Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura