Na última semana, a Secretaria Municipal da Educação (Smed) formalizou o pedido para que seja instalada uma escola cívico-militar na cidade de São Borja. O pedido veio a partir de uma ação anunciada pelo Governo Federal em setembro, que promete instalar 216 escolas desse tipo em todo o país. Na cidade de São Borja, a princípio, a solicitação é direcionada a Escola Municipal Duque de Caxias, localizada no bairro Várzea, onde seria instalado o projeto.

 

O Secretário da Educação, João Carlos Reolon, atenta que mesmo que o projeto não contemple São Borja em 2020, há a possibilidade de que se instale nos anos subsequentes. Ele também afirma que mesmo com a adesão ao projeto, as escolas continuariam ligadas a rede municipal, mas em parceria com o Governo Federal. Sendo assim, permaneceriam com docentes municipais.

 

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 11% dos municípios do Brasil resolveram aderir ao projeto. Para o Ministro, Abraham Weintraub, o número de adesão pode aumentar, devido ao atraso da entrega dos papéis de solicitação pelos Correios em regiões mais remotas.

 

O projeto de escolas cívico-militares deve abranger escolas públicas que ofereçam as séries finais do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano) e que tenham de 500 a 1 mil alunos matriculados. A divulgação dos municípios selecionados será feita no dia 15 de novembro.

Fonte: Fronteira Missões/Agência Brasil

Por: Erika Dal’Carobo

Expediente

Andres Editora Jornalística Ltda.
Rua Riachuelo, 928 - Centro São Borja,RS - 97670-000
Fones: (55)3431-1100 / 3431-2394
Email: [email protected]

assinatura